top of page

Como escolher seu microfone!

Atualizado: 6 de jul. de 2022

Por Fred Ribeiro.


- Farei um breve resumo de como funcionam!


Microfones são equipamentos transdutores de energia. Transformam energia acústica

em elétrica. Existem basicamente quatro tipos de tecnologia. Estes podem ser classificados em Dinâmicos, De Fita, A Condensador ou Condenser e Piezelétrico. Neste

artigo vou focar nos mais populares que são os Dinâmicos e os Condensers.


Os microfones dinâmicos são aqueles que se baseiam no princípio eletromagnético.

Um diafragma faz uma bobina se movimentar dentro do campo magnético de um imã,

gerando uma voltagem, que é o sinal de áudio. A característica principal desse tipo de

tecnologia é que eles dispensam a alimentação por uma fonte de energia externa, não

precisam daquele famoso Phantom Power (+48v).


Os microfones dinâmicos, em geral possuem baixa sensibilidade. São considerados mais "duros". Por isso são mais aplicados em shows ao vivo ou em qualquer situação em que seja necessário isolar uma fonte de áudio. Por exemplo, na captação de bateria, onde é desejável posicionar um microfone em cada peça e ao mesmo tempo minimizar os vazamentos.


Apesar de possuírem baixa sensibilidade, eles resistem à alta pressão sonora. Favorecendo o uso em fontes de alta projeção, como instrumentos de percussão e

gabinetes de guitarra.


Como exemplo podemos citar os famosos Shure SM57 e SM58.



Foto: Shure SM57.






Os microfones chamados A Condensadores ou Condensers funcionam pelo movimento

de uma membrana flexível disposta paralela a uma placa de metal rígida. As variações

na distância entre elas geram sinal.


As características mais perceptíveis dos Condensers são a maciez, a baixa tendência a

saturação, a capacidade de traduzir uma vasta gama dinâmica e a necessidade de

alimentação externa.


A maciez atribuída aos Condensers se deve a tecnologia aplicada em sua cápsula, que

possui uma sensibilidade muito maior que a dos dinâmicos. Conferindo a habilidade de captar uma faixa de frequência e dinâmica bem mais ampla. Traduzindo mais detalhes da fonte sonora.


Os Condensers são mais utilizados em estúdio ou ambientes acusticamente isolados e

controlados. Justamente por possuírem uma alta sensibilidade é mais difícil isolar a

fonte de áudio. São muito usados em captação vocal, instrumentos de corda, piano,

ambiência de salas ou qualquer situação onde o objetivo seja traduzir o máximo

possível dos detalhes e características naturais do som.


A desvantagem é a necessidade de alimentação externa. O usuário tem que possuir

uma interface de áudio, ou um pré-amplificador de microfone ou uma mesa de som

capaz de fornecer a alimentação do Phantom Power (+48v).


Podemos citar como exemplo o Neumann U87 e o AKG C-414.



Foto: Blue Microphones Buebird.





Qualquer dúvida ou sugestão deixe nos comentários! Ou entre em contato!

Me segue!




Um grande abraço!!!

Fred Ribeiro.



58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page